Menu Principal
Principal
O Profissional
Unidades
Contato
Cirurgias e Procedimentos
Cirurgia Plástica Facial
Cirurgia Plástica Corporal
Cirurgia da Calvície
Procedimentos Estéticos
Tratamentos Estéticos
Equipamentos
Equipamentos Médicos
Equipamentos Estéticos
Informativo
Notícias
Principal arrow Cirurgia Plástica Facial arrow Lipoaspiração
   
Lipoaspiração
No intuito de melhorar sua aparência física, pessoas apelam para inúmeros tratamentos. Mesmo a realização de dieta e exercícios contribuindo para esta melhora, muitas vezes alguns pacientes continuam insatisfeitos com o excesso de gordura em algumas áreas específicas. Nas mulheres o depósito é mais comum nos quadris, flancos, abdome, nádegas e coxas. Nos homens, o abdome e a região dos flancos são as usuais.

Com um procedimento relativamente simples e seguro, chamado lipoaspiração e lipoescultura, homens e mulheres podem melhorar o contorno de seus corpos. A lipoaspiração consiste na remoção de tecido gorduroso de alguma parte do corpo. A lipoescultura é a lipoaspiração feita em diferentes partes do corpo, podendo estar associada a lipoinjeção ou lipoenxertia (uso da gordura extraída para aumentar alguma área deficiente, como por exemplo as nádegas). Esta cirurgia pode ser realizada sozinha ou associada com outras, como por exemplo a plástica de abdome ou de mamas. É indicada para aqueles que têm áreas localizadas de acúmulo de gordura e que têm tentado sem sucesso seu tratamento através de exercícios, dietas e perda de peso.
Qualquer área com excesso de depósito de gordura pode ser tratada com esse procedimento, que não deve ser encarado como procedimento para perda de peso, embora isso invariavelmente ocorrerá. Homens com aumento do volume mamário (ginecomastia) também podem se beneficiar deste procedimento.

Homens e mulheres em bom estado de saúde e com boa elasticidade da pele são os melhores candidatos para esta cirurgia.
Antes da cirurgia, médico e paciente discutem o que pode ser realisticamente esperado, bem como possíveis riscos e complicações. Detalhada história clínica é feita. Instruções pré operatórias incluem a eliminação do uso de certas drogas que contém AAS/aspirina e interrupção do ato de fumar por um período prévio. O paciente deve banhar-se com sabonete anti-séptico no dia da cirurgia.
Após a cirurgia, o paciente permanece no hospital geralmente até o dia seguinte. Pode ter alta no mesmo dia. O dreno, se utilizado, permanece geralmente de 1 a 3 dias. Curativos são realizados ao término da cirurgia e uma cinta compressiva é colocada. O paciente deve evitar esforços intensos no primeiro mês. A partir da primeira semana geralmente volta às suas atividades normais, embora serão liberadas aos poucos, conforme a evolução individual e extensão da cirurgia.

Se você está interessado (a) em saber mais sobre a lipoaspiração, entre em contato conosco por telefone ou email, e nós teremos o prazer de responder às suas perguntas.

A seguir elaboramos um conjunto de perguntas sobre esta cirurgia que pode esclarecer suas dúvidas:    
 
01)A LIPOASPIRAÇÃO DEIXA CICATRIZES?
Felizmente esta cirurgia é realizada através de cortes bem pequenos (cerca de 0,5 cm) em locais geralmente escondidos, o que determina cicatrizes praticamente imperceptíveis com o passar do tempo. É claro que se alguma outra cirurgia for realizada no mesmo tempo cirúrgico, as cicatrizes desta outra cirurgia devem ser discutidas. Toda e qualquer cicatriz passa por algumas etapas antes da maturação completa, que ocorre após o décimo oitavo mês.

02)OUVI FALAR DE QUELÓIDE E CICATRIZ HIPERTRÓFICA. É POSSÍVEL OCORRER APÓS LIPO?
Tanto o quelóide quanto a cicatriz hipertrófica são “defeitos” na cicatrização, ocorrendo um excesso de tecido cicatricial o que torna a cicatriz menos estética. Uma série de pontos devem ser enfatizados. Primeiramente, esta condição é pouco comum e fatores como idade, local da cicatriz e raça influenciam. Negros e orientais têm maior propensão quando comparados com os ocidentais brancos. O segundo ponto é que, por ser pequena a cicatriz no caso da lipoaspiração, está sujeita a pouca tensão e portanto a possibilidade de cicatriz inestética ainda é menor. Nas raras ocasiões onde a cicatriz não fica de forma adequada após a maturação, correções podem ser feitas com facilidade.

03)EM QUANTO TEMPO ATINGIREI O RESULTADO DEFINITIVO?
Geralmente em torno do sexto mês, porém uma mudança importante já é notada a partir do primeiro.

04)QUAL É A EVOLUÇÃO PÓS-OPERATÓRIA? VOU FICAR INCHADA E COM MANCHAS ROXAS?
O edema (inchaço) e as manchas roxas (equimoses) fazem parte do pós operatório deste tipo de cirurgia, assim como de todo e qualquer trauma. Imediatamente após a cirurgia há muito pouco edema e equimose, que aumentam até os dois ou três primeiros dias. Há casos em que a paciente não percebe mudança no seu contorno corporal ou até mesmo percebe aumento no pós operatório devido ao edema. É claro que é transitório e tende à regressão já a partir do terceiro dia. Costumo dizer que no final do primeiro mês temos mais de 70% de todo edema reabsorvido e no final do terceiro, 90 a 95%. Cem por cento teremos, conforme já dito no ítem anterior, geralmente no sexto mês. As equimoses são bem visíveis nas duas primeiras semanas, regredindo gradativamente e praticamente desaparecendo após o primeiro mês.

05)QUAL O TIPO DE ANESTESIA UTILIZADA?
A cirurgia pode ser feita sob anestesia geral, peridural associada à sedação ou, em casos especiais, com local. Geralmente utilizamos a peridural com sedação, porém deve ser frisado que a escolha final fica por conta da equipe médica (principalmente do anestesista).

06)QUAL O PERÍODO DE INTERNAÇÃO?
Entre 1 e 2 dias. Geralmente o paciente tem alta no dia seguinte ao da cirurgia, podendo no entanto ter alta no mesmo dia ou permanecer mais dias no hospital/clínica, dependendo de uma série de fatores, como seu estado geral, porte da cirurgia, etc.

07)HÁ DIFERENÇA ENTRE O ACÚMULO DE GORDURA NO HOMEM E NA MULHER?
Com certeza. No homem o acúmulo de gordura é geralmente no abdômen (barriga) e flancos. Na mulher, além do abdômen e flancos, é comum na região lateral das coxas (culotes) e interna das coxas. A região mamária (homem) e os braços (mulher) também são comuns. Se o paciente está acima do peso, pode haver acúmulo em qualquer área.

08)SÃO UTILIZADOS CURATIVOS?
Sim. Curativos com gaze e micropore são feitos no término da cirurgia e trocados entre o segundo e o quarto dias no consultório. A partir de então, somente micropore é colocado e trocado geralmente semanalmente. Alguns locais podem ser mantidos com gazes e trocados diariamente, se não estiverem secos o suficiente.

09)QUANDO SERÃO RETIRADOS OS PONTOS?
Geralmente em torno da primeira semana. Em muitos locais não são removidos pois as suturas são absorvíveis.

10)QUANDO TOMAREI BANHO COMPLETO?
Geralmente entre o segundo e o quarto dia de pós operatório.

11) O PÓS-OPERATÓRIO É DOLOROSO?    
A dor no pós-operatório é dependente da sensibilidade individual, da extensão da cirurgia e da movimentação do paciente. De um modo geral a cirurgia é indolor. Porém, como todo trauma, a região operada fica sensível e dolorosa a palpação e movimentação nos primeiros dias. A partir da primeira semana a melhora é importante. O uso de analgésicos que são prescritos rotineiramente são grandes auxiliadores principalmente nos primeiros dias.

12) HÁ PERIGO NESTA OPERAÇÃO? E AS COMPLICAÇÕES?
Raramente a cirurgia de lipoaspiração ocasiona complicações sérias. Algumas são possíveis em qualquer tipo de cirurgia, como infecção e hematoma (acúmulo de sangue), e passíveis de tratamento assim que detectadas. O acúmulo de líquido (seroma) não é tão incomum e é facilmente tratado através de punções geralmente indolores.  Como em qualquer outra cirurgia plástica, retoques podem ser feitos, se houver indicação, geralmente após 6 meses. Complicações anestésicas são raras e não mais freqüentes nesta que em outras cirurgias. Quanto ao perigo, não é maior nem menor que viajar de avião, automóvel ou atravessar uma via pública.

13)VOU PRECISAR FAZER MASSAGENS DEPOIS DA CIRURGIA?
Sim. Embora não seja indispensável, é um importante auxílio no pós-operatório. A pele, a partir da primeira semana, começa a ficar ressecada (começa a “descascar”) e alguns nódulos subcutâneos podem ser vistos e palpados. A massagem melhora e muito a qualidade da pele assim coma a dissolução destes nódulos.

Deve ser iniciada a partir da primeira semana com uma esteticista. Geralmente indicamos 24 sessões, feitas duas a três vezes por semana, por 3 a 2 meses. A associação da drenagem manual com a endermologia , meia hora de cada (sessão de 1 hora), tem nos dado melhores resultados. Assim que detectado nódulo durante a drenagem manual, ultra som é indicado para apressar sua resolução, pela própria esteticista. Estes nódulos não estão presentes no término da cirurgia, se formam depois em alguns casos, como uma reação à cirurgia. Ao final da cirurgia, que é realizada com movimentos em leque em toda área a ser tratada, a espessura do panículo adiposo é sempre testada e a uniformidade checada.

14)QUANDO PODEREI RETORNAR A MINHA GINÁSTICA?
É muito importante o bom senso no retorno a todas as suas atividades físicas. Geralmente a partir do primeiro mês você estará liberada (o) para qualquer atividade física. Atividades físicas mais brandas podem ser iniciadas a partir da primeira semana.

15)PODEREI ENGRAVIDAR APÓS ESTA CIRURGIA?
Sim. Este tipo de cirurgia não atrapalha gestações posteriores. É claro que você não deve engravidar nos meses seguintes da cirurgia, por estar em recuperação. Uma observação importante é que, se você tem planos para engravidar num curto prazo, postergue sua cirurgia plástica para depois do período de recuperação do seu parto.

16)QUANTOS QUILOS VOU EMAGRECER COM A LIPO?
A lipoaspiração não é uma cirurgia com o intuito de perda de peso e sim de melhora do contorno corporal. No entanto, é óbvio que esta perda ocorre devido à remoção de tecido gorduroso excedente. Geralmente a perda é muito próxima do volume da fração gordurosa, que é em torno de 70 a 90% do volume lipado total. Uma lipo de 3 litros de fração gordurosa gera perda de cerca de 3 quilos e assim por diante. Isto não é uma regra e sim uma estimativa.

17)QUANTO TEMPO DEVEREI USAR A CINTA CIRÚRGICA?
A cinta cirúrgica de compressão já é colocada no paciente assim que a cirurgia termina e removida para realização dos curativos. A partir da primeira troca de curativos, a(o) paciente em casa pode retirar a cinta para tomar banho. No início com auxílio de familiar ou amiga(o). Pode ficar sem a cinta por cerca de 30 minutos por dia (para o banho) e recolocar em seguida. É extremamente importante no pós operatório e deve ser mantida por não menos que dois meses.

18)QUANDO PODEREI RETORNAR A DIRIGIR?
Geralmente a partir da primeira semana, porém não há tempo pré determinado. Dependerá basicamente da recuperação individual de cada paciente, podendo por isso demorar mais ou, em alguns casos, menos.

RECOMENDAÇÕES SOBRE A LIPOASPIRAÇÃO

A) CUIDADOS PRÉ-OPERATÓRIOS:
O bom resultado de uma cirurgia de lipoaspiração depende muito do próprio paciente, por isso preste atenção em alguns ítens que você deve seguir.

Se você é fumante, interrompa este hábito por três semanas antes da cirurgia. O cigarro interfere com a boa oxigenação dos tecidos e prejudica a cicatrização.

Não fazer uso de antiinflamatórios tipo aspirina/AAS por pelo menos duas semanas antes da cirurgia.

Medicamentos para emagrecer devem também ser suspensos. Informar ao seu médico todos os medicamentos que está fazendo uso.
Evitar exposição solar prolongada por pelo menos duas semanas antes da cirurgia.

Fazer uso via oral de Arnica – glóbulos C6. É encontrada em farmácias homeopáticas e deve ser iniciado seu uso uma semana antes da cirurgia, cinco (5) glóbulos via oral quatro (4) vezes ao  dia.

Vitamina C (ácido ascórbico). Tomar 1g três vezes ao dia (8/8 hs). Iniciar uma semana antes da cirurgia.

Esses medicamentos serão prescritos e a receita lhe entregue com antecedência.

Programar suas atividades sociais, domésticas, profissionais ou escolares de modo a não se tornar indispensável a terceiros por pelo menos uma semana.

No dia anterior ou no mesmo dia da cirurgia, antes de ir para o hospital ou clínica, você deve tomar banho com sabonete antiséptico (soapex/protex), esfregando-se suavemente com esponja delicada, incluindo o umbigo e áreas de dobras. Tricotomia (raspagem dos pelos) da região pubiana antes da internação, no dia da cirurgia.

Não usar esmalte nas unhas. Não passar nenhum creme na pele.

Jejum a partir das 00:00 horas do dia da cirurgia. É necessário que anestesia e cirurgia sejam feitas com pelo menos oito horas de jejum, por isso na manhã da cirurgia você não deve ingerir nada. Evitar bebidas alcoólicas ou refeições muito lautas no dia anterior.

Lorax  2 mg ou dormonid 15 mg ou stilnox. Tomar um comprimido às 22:00 horas da noite anterior. Você não deve dirigir sob efeito deste medicamento. Peça para alguém da família ou amigo(a) para lhe acompanhar até o hospital/clínica.

Comunicar qualquer anormalidade que possa lhe ocorrer, como gripe, período menstrual, indisposição, etc, até dois dias antes da cirurgia.

B) CUIDADOS PÓS-OPERATÓRIOS:
 
Dependendo da extensão e local da cirurgia, assim como do horário de término da mesma, você poderá se alimentar (dieta leve) no mesmo dia, ou permanecerá em jejum. Isto lhe será dito no hospital/clínica e será seguido conforme prescrição médica. A alta hospitalar é dada geralmente no dia seguinte, porém pode ser necessário internação um pouco mais prolongada ou mesmo alta no mesmo dia.

A primeira reavaliação com troca ou não de curativo é feita entre o segundo e o quarto dia geralmente. Não molhe os curativos (o banho tem que ser cuidadoso - banho de gato). Após a primeira troca de curativos, como geralmente os mesmos são feitos sem gaze, já podem ser molhados no banho. É interessante, no entanto, que você os mantenha secos, enxugando-os com uma toalha limpa e seca após molhá-los no banho. Quando deixamos um dreno – pequeno tubinho de plástico -, geralmente o banho é liberado após a remoção do mesmo.  

Os pontos são retirados em torno do sétimo dia e a partir de então você usará um esparadrapo antialérgico (micropore) sobre a cicatriz (o que aliás já vinha sendo feito) por um período nunca inferior a um mês.

A cinta de compressão deve ser usada sem interrupção. É extremamente importante. Você pode retirá-la apenas para tomar banho (e recolocá-la em seguida) após autorização médica (geralmente após primeira ou segunda troca de curativos). O tempo de uso desta cinta é de pelo menos dois meses. Nunca deixar de usá-la por conta própria, mesmo que incomode um pouco. Principalmente no calor, a cinta pode se tornar um pouco incômoda, mas realmente é importante no resultado final de qualquer cirurgia de lipoaspiração.

As massagens de drenagem linfática se iniciam por volta da primeira semana (depende muito da sensibilidade individual), podendo ser feita por uma esteticista ou fisioterapeuta. Nossa indicação é explicada na pergunta 13.

A alimentação é normal. Obviamente uma dieta mais leve no primeiro dia após a cirurgia é aconselhado, assim como ingestão de sucos de frutas.

Cigarro é proibido, tanto antes como depois da cirurgia. Porém, se você fuma e não consegue abandonar este vício, deve pelo menos se abster por três semanas após a cirurgia - que totalizará seis, visto que já deve ter se abstido três semanas antes da cirurgia.

Manter o uso da Arnica - glóbulos por cerca de um mês após a cirurgia (5 glóbulos/4 vezes ao dia).

Manter a vitamina C (1g via oral de 8/8 hs) por 2 a 4 semanas de pós operatório.

Fazer uso de antiinflamatório ( Scaflan 1 cp de 8/8 hs ou Voltaren 100 mg de 12/12 hs ou Tilatil 1 cp 20 mg 12/12 hs) por 5 dias. Estes medicamentos e outros que forem necessários serão prescritos e a receita lhe será entregue no momento de sua alta.

Provavelmente você estará se sentindo tão bem a ponto de esquecer-se que foi operada recentemente. Cuidado! A euforia poderá levá-la a esforço inoportuno, o que determinará certos transtornos.

Evitar qualquer esporte físico por uma semana. Atividade física rigorosa, exercícios físicos intensos ou os que envolvem contato físico ou risco de contato físico devem ser evitados por pelo menos um mês. Atividade sexual pode ser realizada com cuidado a partir da primeira semana.

Qualquer dúvida não hesite em perguntar.

 
< Anterior   Próximo >
Hospedado e Desenvolvido por Guia Assis Network lfdiass@terra.com.br